terça-feira, 14 de julho de 2009

________andante


Ir e voltar para mim. Como as palavras de um poema que escrevi há anos. Mais que palavras, atitude: uma constante, em minha vida.
Andante sou.
Peregrina, vou.
Caseira, monja, ermitã, volto.
É meu pedaço de curiosa alquimia humana.
E a compreensão calma, serena,
de que o mosaico se constrói a cada dia.
E todos os dias.
Para sempre.
[este 'para sempre', ao contrário de muitos outros, acredito, existe]
A.
______________________imagem: martha albuquerque

Um comentário:

neo-orkuteiro disse...

Um para sempre acreditável, claro, Aglaé.
Caminhar como para bem longe sem rumo e sempre voltar, é isso mesmo.
Foto excelente
Parabéns