domingo, 28 de setembro de 2008

____o agora


Minha dor não é pouca. No entanto é minha, somente minha.
Nem posso arriscar dizer que existe pelos outros.
Não. Minha dor é a dor de quem escolheu mal.
Este é o momento. E choro por mim.
Sem vergonha e sem receio.
Sem piedade.
Apenas choro.
Por ter que aprender pela dor.
Assim é.
A.
________________________________
imagem: ana luisa moreira


Um comentário:

ana limão disse...

Obrigada por colocar os créditos na minha fotografia.