terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

______volta e meia



..

Cada passo vacilante me leva até mim mesma. Estou seguindo a uma direção que desconheço e o que vou encointrando - até mesmo meus próprios gestos - me intriga, muitas vezes. Ouço a minha voz e ela me parece a de uma garota de vinte anos, um pouco menos ou um pouco mais. Há um tom de rebeldia, uma revolta que me causa susto, às vezes, certo medo. Lá está ela novamente: a força imensa de uma fragiliadde nem um pouco menor.

Sigo. Não paro porque eu preciso manter um ritmo no qual me derrame constantemente. E, assim, possa me recompor a partir de minhas próprias mazelas.

Não vejo o meu rosto - já há algum tempo. Mas sinto o pulsar de meus pés contra o chão, na sequência de passos que persistem num sem-fim de dias e noites em que me pergunto entre um sorriso e uma lágrima: e agora, para onde?

A.

________________________________imagem: ret do blog de natalie santos

Um comentário:

neo-orkuteiro disse...

Aglae, vim conhecer-lhe este blog vindo do seu outro, o do GO, onde há link para cá. Gosto de seus textos em geral, do que deles já conheço, ainda que não seja muito.
O que me parece o ponto em que mais nos afinamos é o modo como você mesma define este blog e o modo como eu nomeio o meu lá(... e bobagens x veleidades), não lhe parece?
Aqui, vou voltar,
sei que ainbda vou voltar...
quero ler e conhecer mais