sábado, 8 de novembro de 2008

________subir e subir


Sempre tenho sonhos muito intensos, desde menina. Enquanto durmo, é como se viajasse literalmente, para mundos que nem sei, onde faço coisas das mais estranhas. Subir, então, é uma das coisas que mais faço em meus sonhos. Isso deve, sim, ter algum significado. Acho até que não é preciso ser nenhum psicólogo para decifrá-lo.
O fato é que, mesmo acordada, acabo me sentindo muito assim também: subindo sempre, ou, com a constante necessidade de fazê-lo, empregando todas as minhas forças nisso. Entretanto, não se trata de uma ascensão profissional, social, econômica. É algo muito mais intrínseco e, por isso mesmo - talvez -, maior.
Subo, subo, subo, continuo caminhando e subindo, num esforço que me faz cansar, tantas vezes, quando não me dou conta de meus limites puramente físicos.
E, assim como escrever é como colocar mensagens em garrafas e atirá-las ao mar, aproveito para enviar mais esta: sou um esforço constante numa caminhada que não sei aonde vai me levar - sei apenas que estou empenhada nisso muito mais do que em qualquert outra missão em minha vida. Pelo menos, nesta minha vida.
É isso.

A.
_____________________________________________
imagem:gc1

Nenhum comentário: