quinta-feira, 27 de novembro de 2008

____tarde-cedo


O sono da paz.
Agora, tão tarde e ao mesmo tempo cedo - noite que já é madrugada, então é mais frio, mais úmido, mais silencioso.
Tarde da noite e algumas vozes distantes finalmente se calam. O que resta é a sensação de dormitar a vontade de mais ficar.
De mais não ser.
Nada.
Nada além de mim.

A.
_________________________________________________
imagem: simples ana

Nenhum comentário: